Sunday, October 22, 2017

Gatos: Tricolores e escaminhas são sempre fêmeas! Mito ou verdade?
Photo Credit To Portal Medicina Felina

Gatos: Tricolores e escaminhas são sempre fêmeas! Mito ou verdade?

Por Dra. Laila Massad Ribas

gatostricoloresVocê já deve ter ouvido falar que todos os gatos tricolores (preto, laranja e branco) ou escaminhas (preto e laranja) são fêmeas, certo? Mas será que isso é verdade ou mito? A resposta não é tão simples assim. Vamos entender um pouco de genética antes de contar a verdade sobre nossos tricolores e escaminhas.

Nos mamíferos o sexo é determinado por dois cromossomos, denominados X e Y. As fêmeas possuem dois cromossomos X (XX) e os machos possuem um cromossomo X e um Y (XY). Cada cromossomo é composto por diversos genes. Quando esses genes estão locados em X ou Y eles são chamados de genes sexuais. Quando se trata de genes não locados em X ou Y eles são chamados de genes autossômicos.

Nos gatos, um dos diversos genes está locado no cromossomo X. Esse gene possui dois alelos (ou dois tipos), um correspondente à cor laranja (B) e outro correspondente à cor preta (b). Lembrando que as fêmeas possuem dois cromossomos X, essas meninas que possuem alelos correspondentes às cores laranja e preta podem ter as seguintes 3 combinações genéticas:

femea-XbXb-300x111

As gatas com dois alelos B são laranjas, as com alelos diferentes, B e b (chamadas de heterozigotas) são escaminhas (preta e laranja) e, as com dois alelos b são sempre pretas.

Nos gatos machos, que sabidamente só possuem um único cromossomo X e outro Y, a expressão das cores é diferente, pois o cromossomo Y não carrega os alelos B e b mencionados acima. Com isso existem duas combinações genéticas nos machos:

machos-300x151
Como expressado na figura acima, os machos com alelo b são pretos e, os com alelo B são laranjas.

A figura abaixo explica melhor como funciona a genética das cores nos machos e nas fêmeas:

esquema

Mas e as fêmeas tricolores? Elas são chamadas de calico e nada mais são do que fêmeas escaminhas que expressam mais um alelo no cromossomo X. Esse alelo é representado pela letra S e gera uma despigmentação em determinadas regiões do corpo. Com isso, essas fêmeas possuem três cores, preto, laranja e branco.

Mas é possível que um macho seja calico ou escaminha? Apenas em ocasiões extremamente raras. Esses animais possuem uma malformação genética chamada Síndrome de Klinefelter. Eles possuem dois cromossomos X e um Y (XXY) e são estéreis. Se um gato com esse padrão de cromossomos expressar dois alelos, um B e outro b, então ele pode ter a cor escaminha ou calico (se possuir também o alelo S).

Fonte: Portal Medicina Felina

About The Author

Danielle é jornalista, formada pela Universidade Presbiteriana Mackenzie. Já foi voluntária em diversas ONG como Abeac, Anda, Associação Mata Ciliar e N/a'an ku se (Namíbia). Atualmente, estuda Medicina Veterinária na Fesb de Bragança Paulista, onde faz estágio no hospital universitário HVet.

Related posts

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *