Thursday, November 23, 2017

Doença cardíaca pode afetar gatos jovens

Doença cardíaca pode afetar gatos jovens

Por Danielle Bohnen

Cardiomiopatia hipertrófica ocorre, principalmente, em gatos adultos jovens e de meia idade (1 a 3 anos). Os animais apresentam insuficiência cardíaca congestiva podendo ocorrer tromboembolismo da aorta abdominal caudal, isso quer dizer que, como complicação pode ocorrer uma trombose que dificulta a passagem do sangue em um dos vasos mais importantes do organismo.

A doença é transmitida de forma hereditária, tendo algumas raças mais predispostas. Alguns gatos morrem de forma inesperada sem qualquer alteração clínica anterior que possa sugerir a doença.

O coração apresenta-se aumentado de tamanho com hipertrofia do ventrículo esquerdo e o septo interventricular. Sendo assim, a cavidade do ventrículo esquerda fica pequena e do átrio dilata.

esquema mostrando coração normal em conparação com hipertrófico
Foto: https://i.ytimg.com

O diagnóstico é realizado por meio de exames específicos correlacionados aos sinais clínicos.

O acompanhamento deve ser realizado por um médico veterinário cardiologista que irá definir o melhor tratamento de suporte para o animal. A doença não tem cura e, sem o suporte adequado, diminui a qualidade de vida do animal.

Referência

McGavin, Zachary. Bases da Patologia em Veterinária. Rio de Janeiro: Elsevier,
2013.

About The Author

Danielle é jornalista, formada pela Universidade Presbiteriana Mackenzie. Já foi voluntária em diversas ONG como Abeac, Anda, Associação Mata Ciliar e N/a’an ku se (Namíbia). Atualmente, estuda Medicina Veterinária na Fesb de Bragança Paulista, onde faz estágio no hospital universitário HVet.

Related posts

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *