Monday, December 18, 2017

Santuário será construído para receber animais do Sea World

Santuário será construído para receber animais do Sea World

Uma equipe de cientistas está projetando o primeiro santuários para os animais do Sea World, com ou sem o consentimento da empresa. O Sea World há algum tempo está na mira de todos devido aos maus-tratos que explora os animais marinhos. A devisão de montar um santuário dará a esses animais uma chance de viver melhor.

O Sea World argumenta que não pode reintroduzir os animais que estão em cativeiro por serem fracos e a respeito dos riscos de tornado, porém alguns cientistas desmentiram essas ideias, como a bióloga especialistas em animais matinhos Naomi Rose, do Instituto de Bem-Estar Animal.

Diante das desculpas dadas pela empresa, pesquisadores, entre eles Rose, anunciaram a criação do The Whale Santuary Project (WSP), Projeto de Santuário para baleias, em tradução livre. A equipe pretende estabelecer um santuário permanente para cetáceos na América do Norte.

“Há muitos santuários para grandes mamíferos como elefantes, mas não há nenhum para baleias e golfinhos, disse Lori Marino, biólogo e diretor executivo do Kimmela Centro de Defesa Animal, que também faz parte da equipe.

WSP visa criar um santuário onde os cetáceos – baleias, golfinhos e botos – “podem viver permanentemente em um ambiente o mais próximo possível do seu habitat natural e com suporte completo para o seu bem-estar”, disse o grupo em um comunicado de imprensa .

A equipe não mencionou expressamente as orcas do SeaWorld em seu press release – ou a empresa propriamente – mas a equipe do WSP tem laços estreitos com a empresa, com ex-funcionários, como John Hargrove, Samantha Berg, John Jett, Carol Ray e Jeffrey Ventre que farão parte do conselho consultivo.

 

Para acompanhar o progresso da construção do santuário, a equipe publica atualizações em sua página no Facebook.

About The Author

Danielle é jornalista, formada pela Universidade Presbiteriana Mackenzie. Já foi voluntária em diversas ONG como Abeac, Anda, Associação Mata Ciliar e N/a’an ku se (Namíbia). Atualmente, estuda Medicina Veterinária na Fesb de Bragança Paulista, onde faz estágio no hospital universitário HVet.

Related posts

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *