Thursday, November 23, 2017

Animais vítimas de agressões são rotina no Cras, Jundiaí (SP)

Animais vítimas de agressões são rotina no Cras, Jundiaí (SP)

É triste receber animais que sofrem acidentes como atropelamentos, eletrocuções, queimadas e tráfico. Mais triste ainda é receber animais vítimas de agressão gratuita e dolosa, na Associação Mata Ciliar, Jundiaí (SP).

Segundo os organizadores, inexplicavelmente algumas pessoas tem prazer em atacar animais com pedras, pedaços de pau até armas de fogo, mesmo que o animal não tenha feito nada de mal à elas. A intenção vai desde espantar o animal, o que acontece muito com gambás que são confundidos com ratos, até o objetivo de matá-lo, como aconteceu com o Jacu que chegou ao local, mas devido aos graves ferimentos de tiro de chumbinho, não resistiu e veio a óbito. Vítima do mesmo tipo de agressão, uma maritaca foi atingida na asa, conseguiu sobreviver, mas jamais poderá voar novamente. Já o bugio, inacreditavelmente foi encurralado por um grupo de crianças que o atacaram com paus e pedras.

Para todas essas situações, a forma mais efetiva de evitar essas agressões é promover a conscientização do cidadão, desenvolvendo uma sociedade que saiba respeitar e conviver com a fauna e viver em harmonia com a natureza.

As informações são da Associação Mata Ciliar

About The Author

Danielle é jornalista, formada pela Universidade Presbiteriana Mackenzie. Já foi voluntária em diversas ONG como Abeac, Anda, Associação Mata Ciliar e N/a’an ku se (Namíbia). Atualmente, estuda Medicina Veterinária na Fesb de Bragança Paulista, onde faz estágio no hospital universitário HVet.

Related posts

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *