Thursday, November 23, 2017

Cinco tigres são retirados de templo onde eram usados para exibição na Tailândia

Cinco tigres são retirados de templo onde eram usados para exibição na Tailândia

Por Danielle Bohnen

Aproximadamente 140 tigres vivem em um monastério a fim de entreter turistas. A cruel atração veio a público, quando um video feito por um visitante mostra um dos tigres sendo maltratado. Apesar do video ter se tornado um viral e sido visto por milhões de pessoas alguns dias antes do confisco dos animais,  foi a denúncio de tráfico que levou o goberno tailândes a retirar cincos tigres do local, segundo a World Animal Protection.

A CEE4Life (Conservation and Environmental Education 4 Life), uma organização cuja sede se localiza na Austrália, publicou um relatório provando as evidências de que o local, chamado “Tiger Temple” está envolvido em atividades de tráfico. Esse relatório foi crucial para ajudar na investigação do governo tailandês.

trecho do video em que o tigre é maltratado
Foto: divulgação

“Diante das evidências da atividade ilegal, nós recomendamos às autoridades locais a confiscarem os tigres do templo. Nós esperamos que essa ação exponha como a exploração cruel dos tigres para entretenimento deve acabar”, comenta um dos membros da organização.

Levados a um local seguro

Os cinco tigres confiscados pelo governo foram levados para uma reserva na região de Ratchaburi.  De acordo com a World Animal Protection, ” nós temos apoiado e co-financiado projetos ao longo dos últimos dois anos que ajudaram a vários  confiscos do governo para garantir a qualidade de vida dos animais, incluindo os tigres do templo dos tigres, na Tailândia”.

Outras atrações cruéis precisam ser reconhecidas

Infelizmente, o Templo dos Tigres não é a única atração que inflige crueldade à vida selvagem, há muitas outras na Tailândia e países asiáticos que continuam submetendo os animais ao sofrimento e os mantendo em cativeiro.

“Nossa pesquisa já descobriu 621 tigres explorados para entretenimento turístico em 10 locais diferentes na Tailândia. Nós vamos continuar com esforços a fim de conscientizar os turistas a evitarem esse tipo de atração porque uma única visita turística leva a uma vida inteira de miséria pars os tigres”, segundo um membro da organização. As informações são da World Animal Protection.

 

About The Author

Danielle é jornalista, formada pela Universidade Presbiteriana Mackenzie. Já foi voluntária em diversas ONG como Abeac, Anda, Associação Mata Ciliar e N/a’an ku se (Namíbia). Atualmente, estuda Medicina Veterinária na Fesb de Bragança Paulista, onde faz estágio no hospital universitário HVet.

Related posts

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *