Thursday, November 23, 2017

Nascem filhotes de ave ameaçada de extinção em PB

Nascem filhotes de ave ameaçada de extinção em PB

Nasceram no dia 2 de fevereiro, no Parque Arruda Câmara, em João Pessoa (PB) três filhotes de jacucaca, ave rara e ameaçada de extinção.

casal de aves com o filhote
Foto: Mais PB

A ave realiza postura de dois a três ovos, por ninhada, é adaptada a ambientes terrestres e habita as Caatingas brasileiras da região Nordeste ao estado de Minas Gerais. O animal, que é considerado de grande porte entre os cracídeos, normalmente chega a medir cerca de 70 centímetros, em geral, possui coloração canela escura com riscos brancos e a testa é preta com largas sobrancelhas brancas unidas na frente.

O recinto das aves da Bica abriga em torno de 30 espécies de aves, entre araras, jandaias, papagaios e outras também ameaçadas de extinção. Possui área com vegetação e fonte de água natural que propicia aos animais um ambiente adequado para construírem seus próprios ninhos.

O médico veterinário do Parque, Thiago Nery, disse que, por ser espaçoso e possuir vegetação fechada, o Recinto das Aves permite que os animais se sintam protegidos e confortáveis. “O animal está num recinto misto, que gera um desafio bem maior na reprodução porque ele está sociabilizando com outras espécies, diferentes da dele, mas esse nascimento é uma prova de que o recinto oferece condições ideais a ponto de ele ter segurança suficiente para se reproduzir e chocar os seus ovos”, explicou Thiago Nery.

O veterinário ressaltou que uma das funções do parque é a conservação das espécies, e a reprodução de um animal ameaçado de extinção é considerada uma vitória. “Eles nasceram em cativeiro, mas não passaram por contato humano, estamos deixando que a própria mãe cuide deles para, provavelmente, no futuro, encaminhá-los para algum projeto de soltura que trabalhe com essa espécie, eles não podem sair daqui direto para serem soltos, precisam se adaptar ao tipo de vegetação que vão encontrar quando forem soltos na natureza”, afirmou Thiago Nery.

Ele ainda acrescentou que “a jacucaca é endêmica de um dos nossos biomas mais castigados, que é a Caatinga, o nascimento desses três filhotes aqui no parquenos traz a esperança de podermos trabalhar no sentido de que, em poucos anos, já tenhamos reintroduzido um número considerável desses indivíduos nascidos em cativeiro, em seu habitat, aumentando, consequentemente a população nativa dos mesmos, diminuindo assim o risco de extinção”, afirmou o diretor Jair Azevedo.

Fonte: Mais PB

About The Author

Danielle é jornalista, formada pela Universidade Presbiteriana Mackenzie. Já foi voluntária em diversas ONG como Abeac, Anda, Associação Mata Ciliar e N/a’an ku se (Namíbia). Atualmente, estuda Medicina Veterinária na Fesb de Bragança Paulista, onde faz estágio no hospital universitário HVet.

Related posts

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *